quarta-feira, 24 de março de 2010

Eu sou brasileira e não desisto nunca!



Um dos meus primeiros posts aqui no Le Sucrier foi sobre a Bolívia e uma de suas bebidas mais tradicionais - o Mocochinche. Falei sobre uma dificuldade enorme em encontrar pêssegos secos, indispensáveis para a execução da receita.

E assim foi por quase seis meses procurei em todos os cantos, segui algumas dicas e nada. Nem no mercadão, nem na Rua mercúrio, nem na conchichina... A resposta sempre era a mesma: Não. Ou apenas um aceno negativo com a cabeça.

Houveram também aqueles que se espantavam. É isso mesmo, me olhavam como se eu estivesse pedindo olhos de cabra (no maior esquema rality show)... "Eca, isso não tenho não." Mas esse próprio cidadão vendia figos secos, bananas secas e até abacaxis secos, até agora estou tentando entender a indignação com os pêssegos... Deveria ter-lhe perguntado!

E assim foi por meses a fio. Sorrindo a cada negativa e pensando que em breve eu encontraria. Entretando um dia, completamente despreocupada, fui com minha mãe ao Santa Luzia para comprar os ingredientes daquela barra de chocolate que também postei aqui. Eu estava procurando pétalas de rosas cristalizadas (cada coisa que eu procuro!), quando de repente... Lá estavam eles, lindos e dourados piscando para mim!!! Pêssegos secos... Unbelievable, achei-os.


Quem estava no Santa Luzia, nunca mais deve ter esquecido uma louca que brandava (para não dizer berrava, mesmo) - Mãe, olha, olha, pêssegos secos, são pêssegos secos, mãe!!!!  Ué cadê minha mãe? - A pobre estava escondida atrás de alguma gôndola vermelha como um morango, toda envergonhada...

Bom, mas enfim, achei o ingrediente mais procurado dos últimos meses. Fiquei mais feliz ainda quando cheguei em casa e os abri para constatar se eram pêssegos mesmo. Um suave aroma de pêssego, com uma cor embriagante, eles pareciam pedras preciosas, sem exagero, eram lindos mesmo.


Pois bem, ontem passei a mão na receita e fui em frente... Deve ser feito de véspera. Só para aumentar a minha intrínseca ansiedade! Vamos lá, o resultado foi óooootimmo! Pude provar com 30 e poucos anos de atraso (leia-se o post da Bolívia), mas valeu esperar, procurar e esperar a noite para que os pêssegos secos ficassem de molho.

Segue a receita




Mocochinche

400 g de pêssegos secos
2 1/2 litros de água
1/2 xícara de açúcar refinado

Deixe os pêssegos de molho em 1 e 1/2 litros de água um dia para outro. Ferva-os nessa água até que a água fique amarela clara. desligue o fogo e acrescente o litro d'água restante.

Faça um caramelo claro com o açúcar e despeje na panela dos pêssegos. O caramelo vai solidificar, mexa até que ele derreta. Leve a geladeira e sirva bem gelado e com os pêssegos hidratados pelo cozimento. Fica booooom!
  

Valeu a pena ser brasileira e não desistir nunca... (rs)
Beijinhos a todos,
Dani

23 comentários:

  1. Eu ainda tenho insônia por causa da uva passa que eu ainda não fiz e agora vem você com essa receita show e esse pêssego seco!
    Faça o favor de parar de me atormentar com essas receitas fáceis e com ingredientes difíces viu? kkkkkkkkk
    Mais uma que vai me tirar o sono!
    Ameiiiii!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. A BEBIDA FICOU LINDA COR MARAVILHOSA!!

    ResponderExcluir
  3. Supimpa rssss, que a força esteja com você kkk, beijocas e vou ficar admirando a bebida!!

    ResponderExcluir
  4. Oiiiii Dani, tudo bem???
    Adorei suas receitas e adorei seu blog...
    Já sou sua seguidora
    Obrigada pela visitinha
    Apareça sempre!!!
    Bjocas

    ResponderExcluir
  5. Dani,

    Está visto que quem espera sempre alcança, e que nunca devemos desistir da procura dos ingredientes que precisamos para fazer aquela receita que está em lista de espera. Você agora despertou a minha curiosidade sobre esta receita. Se envolveu tanta procura e preserverança é porque vale mesmo a pena.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Pois é, tem hora que a gente cisma com um ingrediente ou utensílio...
    Tenho tentado não ser impulsiva ao comprar algum produto que só vou usar em pouquíssima quantidade ou algo assim.
    Que bom que valeu a pena o resultado!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Que máximo Dani, essa bebidinha deve ser show isso é a prova que devemos estar sempre atentas e nunca desistir de um objetivo, seja ele quel for, bjkas querida, ;)...

    ResponderExcluir
  8. Dani isso deve ser muito bom! e deve ser mesmo, pois esperar 30 e poucos e não cansar de procurar, coisa de mulher sempre em busca das boas coisas da vida!
    Linda história,
    Parabéns...
    Bjks.

    ResponderExcluir
  9. Que delícia, Dani!!!! menina, você podia ter mandado essa receita de drink para o meu Desafio Coquetel!!!! Se bem que os pêssegos teriam que vir junto pelo correio, rsrsrsrs! Pétalas de rosa cristalizadas? Fiquei curiosa pra saber o que vc fez com elas, conta, vai???? Bjs!!!

    ResponderExcluir
  10. Dani,
    O segredo é esse: não desistir. Um dia, aquilo que a gente quer mesmo, aparece.
    A bebida ficou linda!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  11. Dani, fiquei com mega vontade de provar essa bebida agora hahahaha, tamanha a saga pra achar os tais pessegos secos!!!

    Adorei, bjocas

    ResponderExcluir
  12. Oi Dani tudo bem?
    Poxa vida, fiquei com água na boca.
    Aqui em Sorocaba dúvido que eu encontro pêssegos secos, mas vai que um ser iluminado resolve trazer para vender por aqui e eu ache também né? Rs... Fiquei com vontade de provar, então vou ficar atenta aos mercados...rs.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Daniiiii,
    Estou com água na boca, que delícia!!!!
    Vou correndo no Santa Luzia,hahaha
    bjo querida
    Dri

    ResponderExcluir
  14. Dani, agora me enxerguei em você....kkkk...sou igualzinha! Minha filha, que me acompanha nas minhas procuras gastronômicas malucas, já sabe a hora certa de se esconder...kkkkk...é exatamente assim que acontece!
    Engraçado, tenho a impressão de já ter visto pessegos secos no Mercadão, naquela banca onde vende-se quase tudo seco...será que eu sonhei?
    Gente, nem nunca tinha visto essa bebida, mas agora que vi...vou ter que provar!
    Pêssegos secos, attention, S'il vous plaît!!! Aí vou eu!

    ResponderExcluir
  15. aaaai, deve ser uma delícia *-*
    mas do jeito que é aqui onde moro, nunca vou encontrar esses pêssegos secos HAHAHAHA

    ResponderExcluir
  16. PELO ASPECTO VALEU O ESFORÇO!JINHOS

    ResponderExcluir
  17. Mon Dieu!! isso foi uma saga!!! rs
    Ainda bem que não se frustrou, frô! rs

    E sim, meu molhinho ficou divino, mesmo que meio passadinho no sal. rs

    Xerinhos
    Paty

    ResponderExcluir
  18. Dani, que divertida tua odisséia atrás dos pessegos secos! Alias, soh quem cozinha pode entender que isso não é loucura, né?rs
    A busca valeu a pena, a bebida parece deliciosa e as fotos, principalmente a primeira das bebidas, está LINDA!

    Ai, sabe quem com essa receita me deu vontade de ir atrás dos pessegos tambem??rs


    bjim, e bom fds!

    ResponderExcluir
  19. Oi Dani que receita mais refrescante, adoro pessegos, nunca comi seco, mas fazendo um caramelo junto fica fácinho e delicioso,
    adorei
    bjocas
    Paula

    ResponderExcluir
  20. QUE DECIR.... EL MOCOCHINCHE TAL Y CUAL DELICIOSO Y RFRESCANTE COMO LO VENDEN EN MI TIERRA EN TINAJAS DE ARCILLA PARA MANTENERLO FRESCO DISFRUTENLO, AVERIGUARE COMO SE PUEDE LOGRAR DURAZNOS PARA HACER ESTE REFRESCO CUANDO LOGRE SE LOS COMPARTIRE, SALUDOS DE Bolivia.

    KANTUTA

    ResponderExcluir
  21. Olá conheci seu blog por causa da primeira foto linda! e vou pegar a receita do mocochinche que é muito bom!
    Kharll

    ResponderExcluir
  22. Olha, pra quem mora aqui em sampa os pessegos secos podem ser facilmente encontrados (e a preco bom) na feria boliviana Kantuta, que acontece todo domingo no Pari (perto da estação Armenia do metro)

    ResponderExcluir
  23. Menina, também vivo atrás de pêssego desidratado pra fazer o moco, mas aqui no Rio não encontro. Você encontrou com caroço aí ?

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails