sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Pancakes para o 'findi'




Não é de hoje que fazer e aproveitar os deleites da cozinha chama a atenção aos holofotes. Napoleão, Talleyrand e os Rothschilds já faziam loucuras para conseguir em seus banquetes, a presença indispensável de seu cozinheiro - Carème!


Hoje, d'acorde, não usamos mais aquelas esculturas de açúcar com mais de 2 metros de altura, não que eu não as ache fantásticas, o duro é encontrar quem as faça... E se encontrássemos provavelmente custariam o preço de um carro zero!

Esculturas de açúcar - Pièces de Carème


Mas com o tempo, a gastronomia foi perdendo aquele ar esnobe e elitizado e 'Le Cordon Bleu' não parece mais xingamento para ninguém, ou quase ninguém! Atualmente, ligamos a TV e podemos acompanhar dezenas de programas sobre culinária, gastronomia, viagens gastronômicas... tem de tudo, de chefes bonitinhos a curioso que come coisas estranhas!
.
Esses programas para mim são deliciosos, adoro como cada um tem um jeito de mostrar o seu 'savoir faire', mesmo a Nigella, considerada por muitos uma porquinha da cozinha tem seu jeito de fazer as coisas parecerem divinas. Nunca esqueço ela descrevendo um pouco de mel enquanto derramava litros dele em uma receita - "esse néctar âmbar perfuma qualquer receita deixando-a rica e saborosa, já posso sentir o cheiro dele tomando conta da panela"... com aquele mega sotaque inglês. (rs)

Aliás, esse post veio da inspiração de um de seus programas. Há algum tempo, assistindo ao seu programa, ela fazia panquecas, mas não no estilo crepe (muito light na opinião dela), mas sim aquelas panquecas americanas. Hummm, sexta-feira... Que tal reproduzí-las para o café da manhã do fim de semana? Abra as janelas deixe o (pouco) sol invadir sua casa e sem pudores derrame muita calda nessa delícia fofa e macia!





Aqui vai:

Panquecas ao estilo Nigella


Para a mistura seca de panqueca
600g de farinha de trigo
3 colheres de sopa de fermento em pó
2 colher de chá bicarbonato de sódio
1 colher de chá de sal40g de açúcar refinado


Para fazer as panquecas
150 gramas da mistura seca
1 ovo em temperatura ambiente, batido levemente
250ml de Leite
1 colher de sopa de manteiga derretida


Para a calda de mirtilo
125ml “maple sirup” (pode ser substituído por Karo)
200g de Blueberries (mirtilo)


Para a mistura de panqueca seca, coloque todos os ingredientes secos em uma tigela e misture bem. Transfira para um recipiente hermético, etiquetado e armazene até que necessário, bem fechado dura quase 3 meses

Para fazer as panquecas, adicione a o ovo, o leite e manteiga derretida em 150g de mistura seca(+ ou – um copo americano). Misture bem para formar uma massa lisa.

Aqueça uma chapa plana ou frigideira antiaderente, sem acrescentar óleo.

Derrame de 1 ½ a 2 colheres de sopa da massa na chapa quente e quando aparecem bolhas na superfície das panquecas, vire-as e cozinhe as até que se tornem marrom-dourado em ambos os lados. Deve levar cerca de um minuto de cada lado.

Enquanto isso, faça a calda de mirtilo, coloque o Karo e os mirtilos em uma panela e deixe ferver. Reduza o fogo e cozinhe por 2-3 minutos, até que os mirtilos tenham se desfeito ligeiramente.

Para servir, despeje a calda de mirtilo em uma molheira e leve à mesa de café da manhã com as panquecas.

Queridos, não há como não começar um fim de semana com o pé dereito desse jeito, então se jogue ao sol, faça um suco de laranja e mande ver nas panquecas e como leitura, em vez do jornal que tira o humor de qualquer um, deixe o livro da vida do Carème brindar seu dia com suas delícias e história fabulosa!

Beijinhos,

Dani

4 comentários:

  1. Adoro panqueca no findi. E adoro a Nigella.
    Combo mega bom!
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Não é uma tentação!!! A Nigella só faz coisa boa! rs
    bj
    Dani

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails